Comitê pede andamento de denúncia contra ex-secretária Carol Braz

Na tentativa de impedir um possível arquivamento, o Comitê do Amazonas de Combate à Corrupção e Caixa Dois Eleitoral ingressou com o pedido para retirar o recurso de indeferimento para a denúncia feita contra Carol Braz.

O Comitê do Amazonas de Combate à Corrupção e Caixa Dois Eleitoral ingressou, na promotoria eleitoral com recurso contra o indeferimento e arquivamento da representação formulada pelo Comitê contra a ex-secretária de Estado de Justiça, Direitos Humanos e Cidadania (Sejusc) do governo Wilson Lima, Caroline da Silva Braz por condutas vedadas e abuso de poder político e econômico.

Membros do comitê informaram que receberam denúncias de funcionários da Sejusc do Amazonas, com imagens retiradas das redes sociais, blogs e da própria secretária, Caroline da Silva Braz aparece usando a estrutura da máquina pública para se promover com atos assistenciais, tais como, emissão de Segunda via do RG, entrega de quatro mil máscaras e álcool em gel à instituições que trabalham com o público LGBT e Pessoas com Deficiência (PcDs), distribuição de 350 kits de proteção individual; realização de vacinação “drive-thru”.

Caroline Braz é uma das pré-candidatas a prefeitura de Manaus pelo Partido Social Cristão (PSC), do governador Wilson Lima.

Segundo o comitê, tais ações foram amplamente divulgadas nas mídias digitais, na página pessoal do facebook, com o objetivo de promoção pessoal e política, desrespeitando o princípio da impessoalidade na execução de tais programas custeados com dinheiro público.

No dia 13 de julho, o Comitê recebeu notificação da promotoria da 32 a Zona Eleitoral informando a improcedência e arquivamento da denúncia contra Caroline Braz. O comitê decidiu pedir o desarquivamento e a abertura da investigação judicial para apurar o uso abusivo do poder econômico, político e dos meios de comunicação.

Fonte : Portal Único

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *